Para quê serve os Comités de Saúde?

Comités de Saúde são grupos sociais das comunidades compostos por membros escolhidos ou eleitos pela comunidade, para a “representar” em todas ocasiões e para tomar decisões sobre saúde. É um grupo independente, que defende os interesses da comunidade e influencia na tomada de decisão e mudança de comportamento em assuntos ligados a saúde.

Os comités de saúde são criados para responder os seguintes objectivos:
  • Identificar problemas de saúde em geral, e os que afectam as mulheres e as crianças em particular, isto é, verificar as doenças que mais afectam a comunidade, as possíveis causas e soluções;
  • Mobilizar a comunidade para participar nas actividades ligadas a melhoria da saúde e prevenção de doenças. Ensinar a comunidade a prevenir-se das doenças;
  • Servir de ponte ou ligação entre a comunidade e a Unidade Sanitária, ou seja, levar a preocupação da comunidade aos responsáveis das Unidades Sanitárias e permitir que haja conversa entre elas;
  • Organizar-se para actividades, analisar os problemas de saúde que afectam a comunidade e identificar aqueles que são prioritários ou urgente, planificar, implementar acções e avaliar periodicamente para ver se os resultados estão a ser alcançados;
  • Estimular a realização de encontros entre a comunidade e o pessoal da saúde;
  • Fazer o acompanhamento das actividades das Parteiras tradicionais e outros activistas da comunidade, para permitir que os nascimentos sejam seguros e não ponha em perigo a vida do bebé através de contaminação durante o corte do cordão umbilical e para proteger a saúde da mãe do bebé;
  • Coordenar a construção e conservação de casas de espera. Para as comunidades que tem casas de espera, os comités de saúde devem ajudar a comunidade ensinando-as a conservar o lugar para o benefício da comunidade, onde não existe casa de espera, devem trabalhar para influenciarem na construção da mesma;
  • Criar mecanismo para por em prática os planos feitos para a promoção de cuidados de saúde, isto é, mobilizar os recursos para garantir que haja dinheiro, participação activa da comunidade;
  • Gerir os transportes de emergência de base comunitária como bicicletas, tracção animal ou outros, permitir que os transportes usados para casos de emergência estejam bons e disponíveis para situações urgentes;
  • Mobilizar outros membros da comunidade, como o líder comunitário, secretário, professor da comunidade, médicos tradicionais para participarem em actividades de promoção da saúde e desenvolvimento da comunidade;
  • Servir de meio de consulta e participar activamente na implementação, monitoria e avaliação das ideias da comunidade e outras que vem de fora da comunidade.